Alimentação a base de plantas é o futuro? Conheça mais sobre esse movimento

Em 15/11/2022
Na imagem, vemos uma pessoa comendo um prato de salada bem cheio, com diversos alimentos a base de plantas.

A alimentação a base de plantas, ou também chamada de plant-based, é uma dieta que consiste em apenas alimentos que a terra nos dá (frutas, legumes, verduras, cereais, oleaginosas, grãos). Mas mais que isso, a alimentação plant-based torna-se um estilo de vida, que garante também uma melhor conexão com a natureza, ao nos ensinar a aproveitar tudo o que o alimento pode nos oferecer, incluindo cascas, sementes, raízes, folhas, caules e etc.

Principais benefícios da alimentação a base de plantas:

  • Regulação do intestino
  • Ação antioxidante
  • Fortalecimento do sistema imunológico
  • Controle de açúcar no sangue

Bom para você e para o planeta

Um estudo publicado pela revista Science afirma: a prática mais eficaz para reduzir o impacto ambiental na Terra é a implantação da alimentação à base de plantas.

No artigo, cientistas da Universidade de Oxford concluíram que cortando laticínios e carnes da dieta, é possível reduzir a emissão de CO2 em mais de 73%. Isso porque a pesquisa revelou que a produção de leite e carne é responsável por 60% da emissão de CO2 total proveniente da agricultura, e que em contrapartida, representa apenas 18% de todas as calorias ingeridas por seres humanos.

Novos hábitos alimentares estão em crescimento no Brasil

Os hábitos alimentares alternativos, como o plant-based, têm crescido nos últimos anos. De acordo estudo divulgado pela empresa Ingredion em conjunto com a Opinaia, 90% dos brasileiros se dispõem a inserir derivados de plantas e vegetais.

O principal fator de decisão para a aderência dos alimentos plant-based é a preocupação com a saúde (56%) e isso, seguindo a pesquisa, deve-se principalmente a experiência com a Covid-19. Hoje, o brasileiro está muito mais preocupado com a saúde do que antes, buscando alimentos que sejam saudáveis e, ao mesmo tempo, acessíveis economicamente.

E o treino? E as proteínas?

Um artigo publicado no jornal Aspetar, especializado em medicina esportiva, relembra que todo alimento de origem vegetal tem proteína, basta um acompanhamento nutricional que garanta a absorção de proteínas através das plantas. O artigo ainda cita diversos benefícios de uma dieta plant-based para um atleta, como um menor risco de tensões musculares, diabetes e hipertensão. Muitos dos atletas mais conhecidos do mundo são adeptos a diferentes dietas alternativas à base de plantas, como Tom Brady, Venus Williams, Lewis Hamilton, Leonel Messi e Carl Lewis.

Essa tendência está sendo atentamente acompanhada pelo mercado, que lança empresas especializadas em alimentação à base de plantas, sem deixar o sabor e a performance de lado. A NotCo, por exemplo, produz o NotBurguer, um hambúrguer 100% vegetal congelado. E para os atletas, criou o NotMilk High Protein, que garante as proteínas necessárias para seu treino, com 80% menos carboidratos que os suplementos proteicos tradicionais.

💡
A Mude tem o prazer de firmar parceria com a NotCo: Alimentação gostosa e saudável. É a comida que você ama, mas melhor - para você e para o planeta. Saiba mais em notco.com/