Com qual idade seu filho pode começar a treinar?

Criança fazendo atividade de exercício funcional.

Desde a infância, é fundamental praticar exercícios físicos, mas você sabia que há restrições em algumas práticas? Conversamos com Gisele Brandorfe, professora de Educação Física, que esclarece esse assunto:

“Na primeira infância, que vai até os 6 anos de idade, devemos pensar que a prática de exercícios infantis precisa ser pautada através da ludicidade. O profissional que for conduzir as atividades precisa criar um ambiente lúdico para receber a criança. Isso acontece através de algumas percepções e a principal delas é entender a faixa etária da criança.”

Para praticar musculação na academia, por exemplo, o que vemos recomendado é que a criança tenha mais de 10 anos. Mas a professora garante: a restrição não é pela idade, e sim pela condição física e cognitiva da criança.

“A restrição não é para o esporte em si, mas sim para a maneira como esse esporte está sendo inserido na vida da criança."

A profissional destaca a importância da forma com que a atividade entra na vida da criança, e diz: “Uma criança é mais conquistada pela atividade física se a mesma for acompanhada de um contexto lúdico. Quando brincamos e estimulamos o exercício para as crianças, já estamos desenvolvendo nela as valências físicas necessárias para que ela tenha força, condicionamento físico, resistência e flexibilidade.

Então, desde que feito com acompanhamento e da forma certa para a sua idade e percepção de mundo, a criança pode sim optar pelo treino de musculação, mas não a musculação que estamos acostumados:

“Quando pensamos em musculação, a primeira coisa que vem na cabeça de muitas pessoas é uma sala com aparelhos e pessoas fazendo exercícios, realizando movimentos que chamamos de movimentos guiados. Porém, a musculação vai além disso. Ela pode ser desenvolvida sem aparelhos. O fato de não encontrarmos crianças em uma sala de musculação é por conta da ergonomia de um aparelho que não foi desenvolvido para elas.”

Deve-se considerar, então, a opinião do profissional, especializado em treinamento infantil, para que ele possa entender a condição física e cognitiva da criança, considerando também:

  • O treino deve ter uma intensidade leve à moderada.
  • Deve-se ter consciência do tempo em que a criança treina.
  • A frequência dos treinos também deve ser limitada.
  • A abordagem deve ser lúdica
  • O treino deve ser sem equipamentos

Gisele Brandorfe, professora de Educação Física

💡
Quer treinar com o seu pequeno? Que tal começar com alguns alongamentos? No nosso aplicativo, você encontra algumas series leves de alongamentos e Yoga para que ele possa te acompanhar na sua jornada!

Nos vemos lá fora,

ou onde você estiver,

Blog da Mude.