Dezembro Laranja: mês da conscientização do câncer de pele

Em 09/12/2022
cover do post Dezembro Laranja: mês da conscientização do câncer de pele

Com o verão se aproximando, o cuidado com a nossa pele passa a ser essencial. A campanha Dezembro Laranja, foi criada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) com o objetivo de disseminar informação sobre a doença e prevenir o melanoma, que é o tumor de maior incidência no Brasil.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), até o final de 2016, estima-se em média 181 mil novos casos, sendo que, deste total, 5.670 mil correspondem a novos casos de melanoma.

O que é câncer de pele?

O câncer de pele é o crescimento fora de controle de células anormais na epiderme, a camada externa da pele, causada por danos não reparados no DNA que desencadeiam mutações. Essas mutações levam as células da pele a se multiplicarem rapidamente e formarem tumores malignos. Os principais tipos de câncer de pele são o carcinoma basocelular (CBC), o carcinoma espinocelular (CEC), o melanoma e o carcinoma de células de Merkel (CCM).

Pessoas que possuem muitas pintas e manchas, idosos, quem se expôs muito ao sol e quem tem histórico de câncer de pele na família estão mais propensos a desenvolver a doença. Os cânceres de pele podem ser divididos em melanoma e não melanoma, e os mais frequentes são o carcinoma basocelular e o carcinoma espinocelular, menos agressivos, mas que podem causar lesões funcionais e estéticas.

O que causa o câncer de pele?

As duas principais causas de câncer de pele são os raios ultravioleta (UV) nocivos do sol e o uso de camas de bronzeamento UV. A boa notícia é que, se o câncer de pele for detectado precocemente, seu dermatologista pode tratá-lo com altas chances de eliminá-lo completamente do seu organismo. Muitas vezes, o médico pode até detectar o crescimento em um estágio pré-canceroso, antes de se tornar um câncer de pele completo, o que garante um tratamento mais seguro.

Como se prevenir?

Para prevenir o câncer de pele, é importante se proteger contra os raios UV. O que chamamos de segurança solar possui seis regras básicas:

  • Fique na sombra o quanto puder;
  • Use roupas que cubram seus braços e pernas;
  • Use um chapéu com uma aba larga para sombrear seu rosto, cabeça, orelhas e pescoço;
  • Use óculos de sol que envolvam e bloqueiem os raios UVA e UVB;
  • Use um protetor solar de amplo espectro com um fator de proteção solar (FPS) de 15 ou superior.

É importante lembrar que a proteção contra os raios UV é necessária durante todo o ano, não apenas durante o verão. Os raios UV podem chegar até você em dias nublados e frios, e eles refletem em superfícies como água, cimento, areia e até neve.